NewRizon logo

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto:

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto:
Blog

Outsourcing: o que é, como funciona e a melhor escolha para seu negócio

10/04/2024
2:09 pm

às

Tópicos

No cenário atual, onde a eficiência e a agilidade são cruciais para o sucesso, o outsourcing se tornou uma estratégia adotada por muitas empresas, sejam elas statups ou grandes corporações. Essa prática consiste em delegar serviços ou recursos externos para realizar atividades que não compõem o cerne do negócio. Desde terceirização de funções de TI, contabilidade, atendimento ao cliente até a fabricação de produtos.

Neste artigo, vamos explorar o que é o outsourcing e como ele pode beneficiar as organizações.

 

O que é outsourcing?

Outsourcing nada mais é, do que delegar determinadas tarefas ou processos a empresas especializadas, em vez de realizá-las internamente. Essa estratégia não se limita a simplesmente alugar profissionais para um setor específico, mas sim envolve a contratação de organizações especializadas na área desejada, o que representa uma diferença crucial.

O outsourcing pode ser aplicado em diversas áreas, mas com a ascensão do setor de tecnologia e o ecossistema de startups, tornou-se uma janela de oportunidade para as empresas no desenvolvimento de software e na inovação corporativa.

 

Outsourcing não é terceirização

Embora frequentemente utilizados como sinônimos, os termos “outsourcing” e “terceirização” têm diferenças significativas em prática. Embora ambos envolvam a contratação de serviços externos, o outsourcing vai além, envolvendo a transferência de funções, processos ou até mesmo departamentos inteiros para parceiros externos, muitas vezes em locais geográficos distintos. 

 

Por que as empresas fazem uma contratação outsourcing?

O outsourcing tornou-se uma prática comum no mundo empresarial moderno, com um número crescente de organizações optando por delegar certas funções ou processos a terceiros especializados. Mas qual é a lógica por trás dessa decisão estratégica?

De acordo com um artigo de Brandon Gaille, 46% das empresas citaram que sua principal razão para o outsourcing era reduzir os custos operacionais, com 12% desejando acessar recursos específicos.

Algumas das principais razões que levam as empresas a adotarem essa abordagem, são:

 

  1. Foco no Core Business

Uma das principais razões para a terceirização é permitir que as empresas se concentrem no que fazem de melhor: o seu core business. Ao delegar atividades secundárias ou de suporte a fornecedores externos, as empresas podem direcionar seus recursos e esforços para áreas que realmente impulsionam seu crescimento e competitividade no mercado.

 

  1. Redução de custos operacionais

A terceirização muitas vezes resulta em economias significativas de custos operacionais para as empresas. Ao contratar serviços externos, elas podem evitar os altos custos associados à manutenção de uma equipe interna, incluindo salários, benefícios, treinamento, espaço de escritório e infraestrutura. Além disso, os custos fixos são transformados em variáveis, pois as despesas estão diretamente relacionadas ao volume de serviços utilizados.

 

  1. Acesso a expertise especializada

Outra razão importante para optar pelo o outsourcing é o acesso imediato a expertise especializada. Ao contratar fornecedores externos com experiência e conhecimento específicos em determinadas áreas, as empresas podem garantir que o trabalho seja realizado com eficiência e qualidade. Isso elimina a necessidade de investir tempo e recursos no treinamento e desenvolvimento de uma equipe interna para lidar com essas atividades.

 

  1. Flexibilidade e escalabilidade

O outsourcing oferece às empresas maior flexibilidade e capacidade de adaptação às mudanças nas demandas do mercado. Elas podem facilmente aumentar ou reduzir os recursos terceirizados conforme necessário, evitando os custos fixos associados à manutenção de uma equipe interna durante períodos de alta ou baixa atividade.

 

  1. Redução de riscos

Ao transferir certas responsabilidades para fornecedores externos, as empresas podem compartilhar ou mitigar os riscos associados a essas atividades. Isso inclui riscos relacionados a conformidade regulatória, segurança da informação, e responsabilidade legal, que podem ser melhor gerenciados por parceiros especializados.

 

  1. Inovação e aprendizado contínuo

Ao trabalhar com fornecedores externos, as empresas têm a oportunidade de se beneficiar da experiência e perspectivas de diferentes organizações e profissionais. Isso pode estimular a inovação e promover o aprendizado contínuo dentro da empresa, à medida que são expostas a novas ideias, processos e tecnologias.

 

Exemplos de outsourcing

Como falamos anteriormente, o outsourcing é uma prática estratégica que pode ser adotada por empresas de diversos setores para otimizar suas operações e impulsionar a inovação.

No setor financeiro, por exemplo, instituições bancárias e empresas de serviços financeiros terceirizam uma variedade de funções, desde o processamento de transações até a gestão de TI. Isso permite que essas organizações se concentrem em suas principais atividades, como fornecer serviços financeiros de qualidade aos clientes, enquanto parceiros externos cuidam das tarefas operacionais.

Já no setor varejista, a terceirização é comum em áreas como desenvolvimento de software para gestão de inventário e vendas, implementação de sistemas de ponto de venda (PDV) e gerenciamento de plataformas de comércio eletrônico.

Na área da educação, instituições de ensino, desde escolas primárias até universidades, frequentemente terceirizam serviços de tecnologia para otimizar a administração escolar, aprimorar a experiência de aprendizagem dos alunos e facilitar a comunicação entre todos os envolvidos no ambiente educacional. 

 

O outsourcing é realmente a melhor escolha para o meu negócio?

Na hora de considerarmos o outsourcing como uma opção, é natural questionarmos se essa é realmente a melhor escolha para as necessidades específicas da nossa empresa. Em meio a essa reflexão, é importante entendermos que a inovação vai além de simples avanços tecnológicos; ela envolve mudanças substanciais que trazem impactos reais e mensuráveis para o negócio.

Talvez, em vez de contratar um serviço de outsourcing, seja mais interessante buscar um parceiro de inovação que esteja alinhado com a evolução do seu negócio. Com o passar dos anos, temos aprendido que uma metodologia de inovação bem estruturada é essencial para guiar o processo de crescimento e assegurar que os resultados sejam claros e alcançáveis.

Enquanto o outsourcing tradicionalmente se concentra em determinadas funções ou processos, uma parceria de inovação vai além, buscando uma colaboração estratégica e de longo prazo.

Na New Rizon, por exemplo, reconhecemos a importância de uma abordagem estruturada para a inovação. Através de nossa metodologia interna de inovação, conhecida como North Star Goal, conseguimos assegurar que a inovação seja direcionada para atingir os objetivos específicos do projeto e do negócio como um todo. Evitamos assim cair nas armadilhas do hype e das tentativas de replicar o sucesso de outras empresas sem considerar a viabilidade e relevância para o contexto único de cada cliente.

Essa abordagem nos permite utilizar a tecnologia como uma ferramenta eficaz para alcançar os objetivos estabelecidos, seja otimizando o core business, desenvolvendo novos negócios ou explorando oportunidades futuras com discernimento e eficácia

 

 

Ficou interessado e quer saber mais como podemos te ajudar? Entre em contato conosco!

 

 

 

 

  • Carolina Gangorra

    Carolina é Analista de Marketing na New Rizon e especialista em Inbound Marketing e produção de conteúdo. Possui formação em Jornalismo e um MBA em Marketing e Redes Sociais.

O Autor:
  • Carolina Gangorra

    Carolina é Analista de Marketing na New Rizon e especialista em Inbound Marketing e produção de conteúdo. Possui formação em Jornalismo e um MBA em Marketing e Redes Sociais.

Artigos
relacionados:

MVP ou MLP: qual escolher?
No mundo do empreendedorismo e da inovação, a ...
Ler artigo
Indo além da software house: uma jornada de inovação com a North Star Goal
Em um mundo em constante transformação, como uma ...
Ler artigo
Outsourcing: o que é, como funciona e a melhor escolha para seu negócio
No cenário atual, onde a eficiência e a ...
Ler artigo
Entendendo os Horizontes de Inovação com a North Star Goal
A necessidade de inovação Pensar no futuro significa ...
Ler artigo
chatbots
Chatbots: a experiência do cliente na era da inteligência artificial
Nos últimos anos, a ascensão da inteligência artificial ...
Ler artigo
Mulheres na tecnologia: 5 visionárias que marcaram a história
No mundo da tecnologia, onde a inovação é ...
Ler artigo

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto: