NewRizon logo

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto:

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto:
Blog

MVP ou MLP: qual escolher?

20/05/2024
11:33 am

às

Tópicos

No mundo do empreendedorismo e da inovação, a jornada do desenvolvimento de produtos é repleta de desafios e decisões cruciais. Em um mercado cada vez mais dinâmico e competitivo, é importante adotar estratégias realmente eficazes para transformar ideias em produtos rentáveis. Neste artigo, vamos falar sobre duas abordagens fundamentais nesse processo: o Produto Mínimo Viável (MVP) e sua evolução para o Mínimo Produto Lucrativo (MLP). Além disso, discutiremos a importância de contar com parceiros de inovação para o sucesso dessas estratégias.

 

O que é MVP?

O Produto Mínimo Viável (MVP) é uma versão simplificada de um produto que é lançada no mercado com o objetivo de testar sua aceitação pelo público-alvo. Em vez de desenvolver um produto completo com todos os recursos imagináveis, é criada uma versão inicial com apenas os recursos essenciais para resolver o problema central do usuário. Essa abordagem, popularizada por Eric Ries no livro “The Lean Startup“, permite obter feedback do mercado rapidamente e iterar com base em dados reais.

Um exemplo de MVP que podemos citar é o Uber, que começou em 2010 com uma versão básica de seu aplicativo, conectando motoristas e passageiros apenas via iPhone. Com o tempo, o aplicativo evoluiu e adicionou recursos como acompanhamento de viagens e entrega de comidas, tudo baseado no feedback dos usuários.

 

Com a principal funcionalidade bem testada, a empresa adicionou diversos recursos e serviços, como o acompanhamento de viagens, a entrega de comidas e muito mais.

 

Por que o MVP é importante?

O MVP desempenha um papel crucial no processo de desenvolvimento de produtos por várias razões:

 

  • Possibilidade de testar o produto em condições reais de mercado: Lançar uma versão inicial permite aos criadores coletar feedback valioso dos usuários reais, proporcionando insights importantes sobre a aceitação do produto e as necessidades dos clientes.
  • Redução dos custos com desenvolvimento: Ao focar apenas nos recursos essenciais, o MVP minimiza os custos associados ao desenvolvimento do produto, permitindo testar várias ideias com um investimento mínimo.
  • Diminuição do tempo de produção: Ao lançar uma versão simplificada, o MVP possibilita ciclos de desenvolvimento mais curtos e iterações mais rápidas, acelerando o tempo para o mercado.
  • Validação de ideias: Um MVP permite aos empreendedores testar suas ideias no mercado real antes de investir tempo e recursos significativos no desenvolvimento completo do produto. Isso ajuda a evitar o desperdício de recursos em projetos que podem não ter demanda.

 

O que é um MLP?

Ao longo dos últimos anos, o MVP se tornou uma ideia pouco viável para as empresas por não conseguir auxiliar o gestor a identificar todos os pontos importantes para o consumidor. O conceito de minimum viable product passou por uma evolução e se tornou o MLP, com o foco específico na rentabilidade.

MLP, (MinimumLovableProduct ou Mínimo Produto Amável) é uma abordagem que busca desenvolver e lançar no mercado um produto ou serviço com o menor investimento possível, visando a obtenção de lucro desde as fases iniciais do empreendimento. Isso significa que o produto ou serviço deve ser projetado de forma a oferecer valor suficiente para que os clientes estejam dispostos a pagar por ele.

 

O MLP deve gerar admiração e carinho pelo produto por parte dos usuários, enquanto o MVP deve entrar valor suficiente para ser adotado.

 

Por que o MLP é importante?

O Minimum Lovable Product consegue incorporar as vantagens de um MVP e ir além. Como a ideia aqui é criar um protótipo que tenha características que consigam encantar o consumidor, a empresa pode agregar mais valor a sua solução e atingir melhores resultados quando o lançamento ocorrer. 

 

  1. Rentabilidade desde o início: O MLP vai além do MVP, visando não apenas validar a ideia, mas também gerar receita desde o início, projetando o produto para oferecer valor suficiente para que os clientes estejam dispostos a pagar por ele.
  2. Experiência do usuário: Enquanto o MVP se concentra em resolver o problema do usuário, o MLP garante que a solução seja apresentada de forma atraente e intuitiva, reconhecendo a importância da experiência do usuário na aceitação do produto.
  3. Inovação e fortalecimento da marca: Ao focar na criação de um produto que encante o consumidor, o MLP permite que as empresas inovem e fortaleçam sua marca no mercado.

 

MVP vs MLP: Qual é a abordagem certa?

A jornada do desenvolvimento de produtos é desafiadora e repleta de decisões cruciais, especialmente em um ambiente de negócios dinâmico e competitivo. O MVP e o MLP emergiram como estratégias essenciais para orientar esse processo, cada um com suas próprias vantagens e considerações.

A escolha entre MVP e MLP depende dos objetivos específicos do processo de desenvolvimento do produto. Se o objetivo principal é validar rapidamente o conceito de um produto, então o MVP pode ser a melhor opção. Por outro lado, se o foco está em criar um produto que não apenas atenda às necessidades do cliente, mas também conquiste sua lealdade e aumente a retenção, então o MLP pode ser mais adequado.

É fundamental destacar que a escolha e a implementação bem-sucedida do MVP ou MLP exigem mais do que apenas uma boa ideia e competência técnica. É essencial contar com parceiros de inovação tecnológica que possam oferecer suporte especializado em todas as etapas do processo, desde a concepção inicial até o lançamento e além.

Na New Rizon, nossa metodologia de inovação, a North Star Goal, desempenha um papel fundamental ao definir objetivos claros e mensuráveis para cada projeto. Ela serve como uma bússola, orientando nossa equipe na direção certa e eliminando debates improdutivos. Ao combinar essa abordagem estratégica com a execução prática do MVP ou MLP, podemos maximizar as chances de sucesso de nossos clientes no mercado.

 

  • Carolina Gangorra

    Carolina é Analista de Marketing na New Rizon e especialista em Inbound Marketing e produção de conteúdo. Possui formação em Jornalismo e um MBA em Marketing e Redes Sociais.

O Autor:
  • Carolina Gangorra

    Carolina é Analista de Marketing na New Rizon e especialista em Inbound Marketing e produção de conteúdo. Possui formação em Jornalismo e um MBA em Marketing e Redes Sociais.

Artigos
relacionados:

MVP ou MLP: qual escolher?
No mundo do empreendedorismo e da inovação, a ...
Ler artigo
Indo além da software house: uma jornada de inovação com a North Star Goal
Em um mundo em constante transformação, como uma ...
Ler artigo
Outsourcing: o que é, como funciona e a melhor escolha para seu negócio
No cenário atual, onde a eficiência e a ...
Ler artigo
Entendendo os Horizontes de Inovação com a North Star Goal
A necessidade de inovação Pensar no futuro significa ...
Ler artigo
chatbots
Chatbots: a experiência do cliente na era da inteligência artificial
Nos últimos anos, a ascensão da inteligência artificial ...
Ler artigo
Mulheres na tecnologia: 5 visionárias que marcaram a história
No mundo da tecnologia, onde a inovação é ...
Ler artigo

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto: