NewRizon logo

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto:

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto:
Blog

A importância da estratégia de UX para o sucesso de produtos e serviços digitais

18/12/2023
3:54 pm

às

Tópicos

Introdução

O UX Design, ou Design de Experiência do Usuário, é uma disciplina que se concentra na criação de produtos e serviços que sejam fáceis de usar, agradáveis e úteis para os usuários. Essa abordagem centrada no usuário pode ter um impacto significativo no sucesso de qualquer produto ou serviço digital.

No entanto, muitas empresas ainda não entendem o impacto da estratégia de UX. Isso pode levar a produtos que não atendem às necessidades dos usuários e que não alcançam os objetivos da empresa.

Este artigo explora o impacto da estratégia de UX no sucesso do produto. Ele discute como os conceitos de UX, design e estratégia se relacionam e como a estratégia de UX pode ser usada para melhorar a satisfação do usuário, reduzir os custos e aumentar a receita.

Ao final deste artigo, os leitores serão capazes de:

  • Entender os conceitos de UX, design e estratégia;
  • Reconhecer o impacto da estratégia de UX no sucesso do produto;
  • Aplicar as informações deste artigo ao seu próprio trabalho.

 

Antes de prosseguir então, vamos compreender melhor os termos:

 

O que é UX?

UX, ou User Experience, é a experiência do usuário com um produto ou serviço. Ela abrange todos os aspectos da interação do usuário com o produto, desde o primeiro contato até o desligamento.

Como Don Norman e Jakob Nielsen definem, UX é “a soma de todas as impressões que um usuário tem com um produto, serviço ou sistema”.

Diferentemente da UI que é responsável por tornar o produto visualmente atraente e fácil de usar, enquanto o UX é responsável por garantir que o produto atenda às necessidades e expectativas dos usuários.

Por exemplo, a UI de um aplicativo de e-commerce pode ser projetada para ser visualmente atraente e fácil de navegar. No entanto, o UX do aplicativo também deve garantir que os usuários possam encontrar os produtos que procuram, fazer compras facilmente e concluir o processo de pagamento.

 

Definir design não é uma tarefa fácil, mas…

Design é o processo de criação de produtos e serviços que atendam às necessidades dos usuários. O design envolve uma ampla gama de atividades, incluindo pesquisa, análise, prototipagem, teste e implementação.

De acordo com a CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), design está abaixo do guarda chuvas de ciências sociais, junto das disciplinas de arquitetura e urbanismo, e atualmente atua no desenvolvimento de projetos de produtos e serviços buscando otimizar sistemas e processos, discutindo sua a segurança, ergonomia e performance.

Segundo a Designer, Doutora e Mestre em Comunicação e Semiótica Mônica Mora, no seu Livro “Faces do Design”, design é “ter e desenvolver um plano/projeto, um trabalho onde há intenção com um cenário futuro”.

Trazendo para a área de produtos e serviços digitais, podemos dizer que design é um processo, planejamento ou estudo que visa criar um produto/serviço no meio digital, buscando uma boa experiência para o usuário e o resultado financeiro para o negócio.

 

E por fim, o que é estratégia?

Estratégia é um termo que vem do grego antigo e significa “o caminho para a vitória”. No contexto empresarial, estratégia é o plano que guia as ações de uma empresa para alcançar seus objetivos.

Definições de estratégia

  • Steiner e Miner (1981) definem estratégia como “a arte do general”, que guia o caminho a ser seguido na guerra.
  • Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira define estratégia como “um plano formulado baseando-se nos objetivos, metas e desafios definidos, respeitando sempre os valores, missões e visões da empresa”.

Estratégia em produtos e serviços digitais

No contexto de produtos e serviços digitais, estratégia é o planejamento para que determinado produto ou serviço performe bem de acordo com os princípios e objetivos de determinada empresa.

Exemplos de estratégias para produtos e serviços digitais:

 

Uma empresa de comércio eletrônico pode adotar uma estratégia de diferenciação, oferecendo produtos ou serviços que não são oferecidos por seus concorrentes. Por exemplo, uma empresa de comércio eletrônico de roupas pode se especializar em roupas sustentáveis.
Uma empresa de mídia social pode adotar uma estratégia de crescimento, aumentando sua base de usuários e o tempo de permanência dos usuários na plataforma. Por exemplo, uma empresa de mídia social pode oferecer incentivos para que os usuários compartilhem conteúdo na plataforma.
Uma empresa de tecnologia pode adotar uma estratégia de inovação, desenvolvendo novos produtos e serviços que atendam às necessidades dos usuários. Por exemplo, uma empresa de tecnologia pode desenvolver um novo aplicativo que facilite o gerenciamento de finanças pessoais.

 

Como os conceitos de UX, design e estratégia se relacionam?

São três conceitos que estão intimamente relacionados no desenvolvimento de produtos e serviços digitais.

 

  • UX é o objetivo da estratégia. A estratégia deve ser orientada para o usuário, e o UX é o que garante que a estratégia seja bem-sucedida.
  • Design é o meio para alcançar o UX. O design é o processo de criar um produto ou serviço que seja agradável, fácil de usar e que atenda às necessidades dos usuários.

 

Em outras palavras, a estratégia define o que o produto ou serviço deve fazer, o design define como ele deve ser feito, e o UX garante que ele seja feito da maneira certa.


Ao alinhar UX, design e estratégia, as empresas e organizações podem criar produtos e serviços que sejam mais eficazes, atrativos e que atendam às necessidades dos usuários.

E ao relacionar estes três conceitos acabamos criando um novo termo, “Estratégia de UX”.

 

Estratégia de UX, por onde começar?

É uma disciplina que engloba todos os conceitos que abordamos até então aqui no artigo, e visa direcionar a criação de produtos/serviços inovadores, que de fato atendam as necessidades do usuário de ponta a ponta.

Para Jaime Levy, autora do livro “Estratégia de UX”  esse conceito surge a partir da seguinte fórmula:

Estratégia de UX = Estratégia de negócios + Inovação de Valor + Pesquisa de Usuário validada + UX sem complicações.

Estratégia de UX

 

Em seu livro ela descreve melhor cada um destes quatro princípios, e traz instruções de como aplicá-los. 


Recomendo a leitura, mas de forma resumida podemos dizer que:

 

Estratégia de negócios:

É o planejamento que direciona como os stakeholders tomarão suas decisões para que a empresa tenha uma maior rentabilidade e sucesso nos seus objetivos, garantindo um crescimento sustentável da empresa a longo prazo.

Ao aplicar esse conceito fique atento aos seguintes pontos:

Os objetivos e metas da empresa estão bem definidos? O que você quer alcançar com seu produto ou serviço? Aumentar as vendas? Melhorar a satisfação dos clientes? Reduzi custos?

 

  • Você considerou os recursos e capacidades da sua empresa? Quais são os recursos financeiros, humanos e tecnológicos que você possui?
  • Pesquisou sobre seus stakeholders? Quem são as pessoas ou organizações que serão afetadas pelo seu produto ou serviço?

 

Algumas ferramentas bem tradicionais que podem ajudar nesse processo são:

 

  • Business model canvas,uma ferramenta de planejamento estratégico que ajuda a visualizar e comunicar o modelo de negócios de uma empresa;
  • Lean canvas, uma versão simplificada do Business Model Canvas, que é mais adequada para empresas em fase inicial de desenvolvimento;
  • Mapa de stakeholders, uma ferramenta de planejamento estratégico que ajuda a identificar e entender os principais stakeholders de uma empresa.

Inovação de valor:

Conforme apontado por W. Chan Kim E Renée Mauborgne em Blue Oceam Strategy, é a perseguição de equilíbrio entre uma alta diferenciação e um baixo custo, pois dessa forma cria um cenário positivo tanto para o usuário quanto para a empresa.

Uma forma de junto com alguns stakeholders, visualizar essa relação é utilizando a “matrix de esforço versus valor”, pois é uma ferramenta de priorização que ajuda a identificar as tarefas ou atividades que devem ser priorizadas com base na percepção de valor do usuário e na sua dificuldade de implementação.

 

Blue Oceam Strategy

 

Pesquisa com o usuário validada:

Diferentemente de uma pesquisa de usuário normal, que busca levantar as necessidades dos usuários, quando falamos em validação, vamos atrás de algo a mais, que é a percepção de valor do cliente, pois mesmo que haja uma necessidade ela pode não ser grande o suficiente para justificar a adesão a sua solução.

Para conseguir fazer essa validação é importante utilizar métodos de pesquisa mais aprofundados como:

 

  • Entrevista em profundidade, uma técnica de pesquisa qualitativa que envolve uma conversa entre um pesquisador e um participante. A conversa é geralmente estruturada, mas permite que o participante expresse suas próprias opiniões e ideias.
  • Teste de usabilidade, uma pesquisa qualitativa que envolve a observação de usuários interagindo com um produto ou serviço. O objetivo do teste de usabilidade é identificar problemas de usabilidade que podem dificultar o uso do produto ou serviço.
  • Focus Group, uma técnica que envolve uma discussão em grupo com um grupo de participantes. O objetivo do focus group é obter informações sobre as opiniões e atitudes dos participantes sobre um determinado tópico.

 

Embora sejam realizados em uma escala menor do que pesquisas quantitativas, como formulários online, métodos qualitativos de pesquisa permitem um contato mais aprofundado com os usuários, o que resulta em uma percepção mais acurada sobre o que eles consideram aspectos valorosos no produto.

 

UX sem complicações:

Com foco na inovação de valor, o UX garante que o produto atenda às necessidades dos usuários e do negócio, tornando todos os pontos de contato positivos e aumentando as chances de sucesso.

Para fazer isso, seguir métodos de Design Thinking como o Double Diamonds pode ser uma maneira fácil de se guiar durante o processo de desenvolvimento de uma experiência.

Conclusão

A estratégia de UX é uma disciplina essencial para o sucesso de qualquer produto ou serviço digital. Ao alinhar UX, design e estratégia, as empresas e organizações podem criar produtos e serviços que sejam mais eficazes, atrativos e que atendam às necessidades dos usuários.

Para aplicar a estratégia de UX, um caminho é seguir os quatro princípios descritos por Jaime Levy:

 

  • Estratégia de negócios: defina os objetivos e metas da empresa, considere os recursos e capacidades da empresa, e pesquise sobre os stakeholders.
  • Inovação de valor: busque o equilíbrio entre uma alta diferenciação e um baixo custo.
  • Pesquisa de usuário validada: utilize métodos de pesquisa qualitativos para entender a percepção de valor do usuário.
  • UX sem complicações: siga métodos de Design Thinking para garantir que o produto atenda às necessidades dos usuários e do negócio.

 

Ao seguir esses princípios, UX Designers podem contribuir na criação de produtos e serviços que sejam inovadores, úteis e que atendam às necessidades dos usuários. Isso pode levar a um aumento da satisfação do usuário, da receita e da lucratividade.

Além dos quatro princípios descritos por Jaime Levy, é importante também considerar a importância de:

 

  • Comunicação: a estratégia de UX deve ser comunicada de forma clara e concisa a todos os envolvidos no processo de desenvolvimento do produto ou serviço.
  • Cultura: a estratégia de UX deve ser incorporada à cultura da empresa para que seja bem-sucedida.

 

Referências:

LEVY, Jaime; Estratégia de UX: Técnicas de estratégia de produto para criar soluções digitais inovadoras. 2ed. Novatec, 2014.

WRIGHT, Peter; KROLL, Mark J.; PARNELL, John; Administração estratégica: conceitos. 1ed. São Paulo: Atlas, 2010.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Planejamento Estratégico: conceitos, metodologia, práticas. 32 ed. São Paulo: Atlas, 2014.

VALESE, Adriana; LUPINACCI, Ana Lucia Ribeiro; BARBOSA, Carlos Alberto; ABS, Cecilia; CAMPOS, Gisela Belluzo de; PRIOSTE, Marcelo; MOURA, Mônica; ARANTES,Priscila; Faces do Design. 1ed. Rosari, 2003.

 

 

  • Douglas Silva

    Douglas é formado em Publicidade e Propaganda, atua com Design há 7 anos, e a 5 no setor de tecnologia. Hoje é UX Lead na New Rizon, apaixonado por resolver problemas e criar experiências significativas para os usuários.

O Autor:
  • Douglas Silva

    Douglas é formado em Publicidade e Propaganda, atua com Design há 7 anos, e a 5 no setor de tecnologia. Hoje é UX Lead na New Rizon, apaixonado por resolver problemas e criar experiências significativas para os usuários.

Artigos
relacionados:

MVP ou MLP: qual escolher?
No mundo do empreendedorismo e da inovação, a ...
Ler artigo
Indo além da software house: uma jornada de inovação com a North Star Goal
Em um mundo em constante transformação, como uma ...
Ler artigo
Outsourcing: o que é, como funciona e a melhor escolha para seu negócio
No cenário atual, onde a eficiência e a ...
Ler artigo
Entendendo os Horizontes de Inovação com a North Star Goal
A necessidade de inovação Pensar no futuro significa ...
Ler artigo
chatbots
Chatbots: a experiência do cliente na era da inteligência artificial
Nos últimos anos, a ascensão da inteligência artificial ...
Ler artigo
Mulheres na tecnologia: 5 visionárias que marcaram a história
No mundo da tecnologia, onde a inovação é ...
Ler artigo

Precisando de ajuda
com seu projeto?

Conte um pouco de como podemos te
ajudar no seu projeto: